LilySlim - Weight loss

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Um pouco sobre minha vida em ISRAEL

Oi oi meninas!!

Como prometido vou contar um pouco sobre minha vida em Israel...

Para entenderem vou contar desde o inicio...
Primeiramente, meu pai é judeu, cresci em colégios judaicos e dentro das tradições judaicas, mesmo minha mãe sendo católica...
Com 17 anos tive a idéia de terminar o colégio em Israel, como se fosse um intercambio, porem eu já tinha passado da idade máxima para o programa... Então não satisfeita, procurei outras formas de ir para Israel, então conversando com pessoas da Agencia Judaica do Rio de Janeiro (eles cuidam do processo para vinda para Israel juntamente com a embaixada de Israel no Brasil) eles me informaram que eu poderia fazer a imigração, segundo as leis de Israel, todo judeu tem direito ao "retorno" ao seu país. Chamada a lei do retorno. Entende-se judeu, todo descendente de judeu nesse caso. Por exemplo, mesmo se eu seguisse a religião da minha mãe, e meu pai sendo judeu, eu mesmo assim teria direito...

Enfim, com minha decisão feita iniciei o processo para vinda para Israel, terminei o colégio, e nesse tempo me coloquei em foco nisso, então em 28 de dezembro de 2004 saia do Rio em direção a Israel. Vim com 2 malas e o coração na mão, lagrimas nos olhos, mas esperança imensa de uma nova vida.

Não me arrependo de ter vindo, mas se eu soubesse que minha vinda iria gerar um derrame em minha mãe anos depois e agravaria certas doenças dela, eu teria pensado melhor... Mas enfim, não temos o dom de prever nada. Só rezo todo dia para que Deus a proteja.

Seguindo, quando é feito imigração para Israel, você recebe certos benefícios, como por exemplo, nos primeiros 6 meses recebi moradia, curso de hebraico e dinheiro do governo. Eles dão total apoio para quem resolve morar aqui. Vim do Brasil com uma amiga, e aqui acabei fazendo mais... Claro que a saudade de casa era sempre forte, mas eu estava disposta a encontrar meu lugar no mundo...

Terminado o curso de 6 meses, eu e um grupo que tinha feito imigração comigo, resolvemos ir para Eilat por uns meses trabalhar para juntar dinheiro para alugar um apt, e após 3 meses trabalhando, fomos morar em Jerusalém...
Cidade linda, possui uma energia incrível, muito forte, mas é uma cidade para quem é mais ligado a religião, para religiosos e ultra religiosos. Por exemplo, sexta a tarde até sábado a noite, tudo esta fechado na cidade, não passa onibus só tem alguns taxis, que não é nada barato... E eu por ser uma boa carioca, não gostei nada da situação, então depois de 1 ano, terminado o contrato, fui com 1 amiga e o namorado morar em Tel Aviv...
De cara me apaixonei!! Cidade super agitada, bem Rio de Janeiro!!

(Aqui em Israel, independente da cidade, o comércio, onibus, empresas, etc geralmente não funciona de sexta a tarde até sabado a noite, fora onibus as vezes o comércio só volta no domingo. Pois sexta e sabado é considerado fim de semana, como domingo é considerado dia normal para trabalho.)
Mesmo com o fim de semana, Tel Aviv esta sempre com algo aberto, bares, festas, restaurantes!!É amor a primeira vista. Curti muito! Era festa todo fim de semana. Vivi minha fase saindo da adolescencia para a fase adulta como eu queria, curtindo tudo ao máximo.

Então, dps que coloquei o pé no chão e vi que estava na hora de me tornar responsável, resolvi voltar para Eilat. Isso já era mais ou menos abril de 2007.
Em Eilat quando se trabalha em hotel, eles te dão moradia e voce pode comer quando quiser no hotel no refeitório dos trabalhadores. Parece uma ótima para juntar um bom dinheiro né?  Mas para quem tinha pirado o cabeção, foi uma boa para ter mais dinheiro para gastar...
Fiz muita besteira, eu estava aproveitando minha liberdade da forma mais irresponsável possivel, não juntava dinheiro para nada, meus planos de fazer faculdade fora para o lixo, pois não me dediquei nada em aprender hebraico suficiente para entrar em uma faculdade, então chutei o balde legal...

Não me lembro o ano exatamente, mas acredito que em 2008 tive meu primeiro namorado, um argentino, morri de amores... Ficamos juntos por 9 meses, quando ele resolveu voltar para Argentina fiquei arrasada, entrei em depressão, e nesse tempo, liguei para minha mãe e pedi arrego, pedi para voltar. Ela pagou a passagem e acho que no final de 2008 em estava no Brasil...

Fiquei por lá por 2 anos, até entender o erro que eu tinha feito, e em janeiro de 2011 voltei para Israel e fui direto para Eilat, trabalhar em um hotel que estava uma amiga. Lá conheci meu atual namorado, ele é da Etiopia... Estamos juntos já a 2 anos... Trabalhei nesse hotel por 2 anos e 3 meses. Foi quando conversando com o namorado, disse que ja estava de saco cheio da cidade, e chegamos a conclusão que já estava na hora de nos mudarmos.

E aqui estamos, em Beer Sheva, não conheço muito a cidade, mas não é tão bonita como Eilat, nem tem praia, mas em compensação, fica a 1 hora de trem da minha amada Tel Aviv, e Eilat fica a 5 horas mais ou menos de distancia de onibus... Ou se tiver grana, 40 minutos de avião...

Meio confuso né, mas espero que tenham entendido...
Eu trabalhei em varios lugares, a maioria das vezes em hotel de camareira, pois não exigem hebraico bom, e trabalhei em Tel Aviv de segurança... Quando voltei do Brasil, fui trabalhar em hotel de camareira e agora, por ter um namorado que só fala comigo em hebraico, então melhorei muito no idioma, mas ainda não me sinto segura para cursar algo, ter uma carreira. Esse foi meu maior erro, não ter estudado. Mas enfim...

Agora estou pensado no que trabalhar... Talvez eu tente de segurança outra vez...

Aqui em Israel, todo shopping tem que ter seguranças na porta, aqui já temos o costume de abrir a bolsa antes de entrar em lugares que tem muita gente, como shopping, bancos, correios, aeroportos ou em predios do governo, para revistarem se não temos nenhuma arma, bomba ou qualquer loucura que possa passar na cabeça de uma pessoa.

Aqui a tensão sempre existe, principalmente quando estamos em guerra. Já não temos atentados a bastante tempo. Mas ontem em Eilat caiu 2 mísseis, pela primeira vez houve sirenes na cidade, antes não tinha pois era uma cidade que quase nunca caia esses misseis. Mas parece que já estava na hora de ligarem a sirene...

Eu fico super chateada quando vejo o sensacionalismo que os jornais brasileiros fazem contra Israel, sei que isso é uma coisa chata de se tratar, mas faço questão de relatar isso, o mundo raramente divulga os misseis que são lançados contra Israel, mas quando nos defendemos, jornalistas de todo o mundo ficam a postos para mostrar Israel atacando...

Isso dói bastante... Na ultima guerra fiquei rezando para meu namorado não ser chamado, ele serviu o exercito, somente 6 meses. Mas os que servem 3 anos, são logo chamados, e os que tem o patamar mais alto, são logo mandados para linha de frente.

Eu no inicio achava que israelenses eram frios, arrogantes, sem paciencia, até entender o que eles passam, ver mães chorando por não querer mandar seus filhos para o exercito é chocante. Mas ainda sim, tem muitos jovens que vão com orgulho de proteger seu país...

Sai totalmente to foco do post né, mas isso também é parte da minha historia... Graças a Deus nunca presenciei nada grave, nunca presenciei atentados de perto, nunca um missel caiu perto da minha casa...

Desculpa o comentário, mas tive muito mais medo de andar pelo Rio, do que por aqui. Sei que aqui não são só flores, mas me sinto mais segura, pois aqui sabemos como nos proteger, varias vezes eles avisam que farao treinos pelo pais, ligam a sirene para as pessoas correrem para abrigos, e em colégios volta e meia fazem isso para preparar os alunos.

Já no Rio, não parei de chorar e tremer quando um filho da puta sentou do meu lado do onibus e falou que estava armado para eu passar meu dinheiro e o telefone e eu louca levantei e ele fugiu, por sorte minha,...
Sei que desgraça pode acontecer a qualquer momento e lugar, e violencia não é exclusividade do Brasil, mas, essa é minha realidade...

Agora para amenizar um pouco vou colocar fotos...
Tel Aviv

Tel Aviv

Jerusalem

Jerusalem

Eilat

Eilat

Eilat

Beer Sheva

Beer Sheva


Tirei as fotos do Google por não faço idéia onde estão meus cds com as fotos. Espero ter esclarecido algumas coisas para vocês. Se tem duvidas ainda podem perguntar nos comentários. Contei bem resumido e esse post já está enorme!!!

Alias a mudança será amanhã de manhã... O proprietário ligou dizendo que hoje não poderá aparecer... Que meleca, mas amanhã começa o novo caos, faxina na nova casa e levar todo nosso bagulho... Aiii já estou cansada e com dores só de pensar... 

Acabei não explicando sobre como funciona aqui sobre a cirurgia né... Mas será que vocês tem curiosidade sobre isso tbm? Bom quem tiver me avise, assim fica para o próximo post... Se não bola pra frente que falta pouco para aniversário de 3 meses!

Bjos meninas!!




18 comentários:

  1. Oi Rebeca!
    Achei super interessante seu post, tenho muita vontade de conhecer Israel, e sua trajetória só me deu mais vontade!
    Vc é uma guerreira menina, quanto a essa fase que vc passou quem nunca passou por ela que atire a primeira pedra! (eu passei tbm)
    Boa sorte nessa cidade nova, espero de coração que de tudo certo nessa nova etapa!
    Bjooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando puder venha sim!!! Pelo menos guia turística já tem né!! Rsrs

      Excluir
  2. To encantada com a tua história (e orgulhosa de ti sim. ela garra, coragem... E se vc curtiu quando precisou, fez bem, vc viveu!), com os teus comentários e posicionamentos a respeito da realidade por aí, e com as fotos! Adoro viajar. E enquanto Israel ainda fica um tanto quanto longe das minhas po$$ibilidades, pude curtir por aqui.
    Se tiveres paciência com essa tua amiga curiosa, conta sobre a cirurgia sim. =)
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm adoro viajar... Se tiver oportunidade, viaje até msm dentro do Brasil... Temos uma cultura linda e cidades maravilhosas!!
      Obrigada pelo elogio!!
      Bjo

      Excluir
  3. Deve ser muito bacana Israel, tb tenho vontade de conhecer, nunca sai do Brasil, realmente eh preciso muita coragem de fazer tantas mudanças, vc eh uma vencedora..sucesso
    Aguardo sua visita no meu Blog e Vlog onde conto tudo sobre minha Cirurgia Bariátrica (Gastroplastia ou Redução de Estômago).
    |Blog| http://isaclourenco.blogspot.com.br/
    |Vlog| http://www.youtube.com/100observacoes
    |Facebook| http://www.facebook.com/isacairescirurgiabariatrica
    |Twitter| https://twitter.com/IsacAires_
    |Instagram| http://instagram.com/isacaires
    |Email| isacaires@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isac, Israel é muito lindo mesmo... Até o deserto me fascina. Já que nunca saiu do Brasil, aproveite os países mais próximos... Estive na Argentina em Buenos Aires e amei!!
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  4. Meus Deus que garra que você tem hein.... eu fico orgulhosa de vc sem ao menos te conhecer, é difícil encontrarmos pessoas que arriscam mesmo sabendo que tudo pode dar erra.... e vc ainda tem vergonha de usar uma legging, quem passou por tudo isso que você passou com certeza encara a legging com muita classe e nariz em pé.... rs

    Parabéns pela sua determinação e força de vontade.... nunca tinha pensado em Israel por esse angulo e tbm não conhecia esses lugares lindos das fotos....

    BJokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada... De verdade.. nunca me vi como uma pessoa forte assim... Passei por tantas coisas, abri mão de tantas outras que ao final, realmente é preciso força e coragem... muita coragem!

      E quanto a legging já venci ela! Mesmo ainda com vergonha, já uso mais ela...
      Beijão

      Excluir
  5. ai conta como é a cirurgia ai que legal seu post amei bjs

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu post, tenho fascinação por israel, seu post foi uma delicia de ler, e sei que irei ler mais vezes rssss, mas conta mesmo como que são os procedimentos para realizar a gastroplastia ai, beijos querida e sorte com a mudança...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou... É um país maravilhoso mesmo!
      Beijos!!

      Excluir
  7. Nossa que interessante sua história. Adorei!!
    Temos que cometer loucuras na vida porque só assim saberemos se fizemos o certo, e depois se não tentarmos não sairíamos do lugar.
    Vc achou o seu lugar e eu ainda não achei o meu, mas estou no caminho, cada dia mais sei disso!!!
    Boa bagunça pra vc na mudança. hehehehe
    Bjusss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de me mudar tanto, sinto que estou onde eu deveria estar sabe... É estranho isso mas é exatamente esse o sentimento que estou no lugar certo...
      Vc não imagina a bagunça que foi tudo!!
      Bjos

      Excluir
  8. Tô passada com Israel, nunca imaginei que pudesse ter cidades tão lindas, e uma instrutura desse porte na area da saúde, é como vc msm disse Rebeca aqui no Brasil só passam o lado ruim, então ficamos imaginando que só existe aqueles lugares feios e cheio de guerras. ( que ignorancia minha né?!)
    Amei o lugar, amei a história.
    Rebeca minha linda, não se culpe por tua mãe ter desenvolvido as enfermidades, isso iria acontecer de qq maneira, qdo já esta premeditado nada se pode mudar. Vc foi muito corajosa e determinada pra viver em outro país, ainda mais num lugar tão diferente e mesmo com tua "falta de responsabilidade" vc foi muito responsável. Parabéns amei teu relato (dos 2 post). Hoje vc traz uma bagagem imensa de cultura. Parabéns pelo namoro, que Deus os abençoe e que vc consiga vencer todos os obstaculos que parecer em tua vida. Sucesso!!!!
    Ahhh e sempre que der posta umas fotinhas da cidade, assim vamos conhecendo a outra realidade de um País tão distante.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a midia passa somente o que lhes convém... Mas não pense ser ignorante não, essa é a intenção deles mesmo... Pelo menos agora vc já sabe que não é bem assim...
      isso acontece no mundo todo... Não é raro escutar comentários de que no Brasil as pessoas andam peladas, as mulheres são putas, homens jogadores de futebol, e por ai vai...
      Beijos

      Excluir
  9. Oi Rebeca, td bem?

    Cheguei aqui meio por acaso, nao tinha nada a ver com cirurgia...mas com Israel. Vi que temos algo em comum, porque tambem sou descendente de judeus pelo lado paterno, e me interessei quando mais jovem a ir para Israel, mas nao fui. Agora tenho 40 (parecendo mais jovem), nao tenho filhos etc, e queria te perguntar, ja que vc mora ha quase 10 anos ai e tem muita experiencia..( graduaçao incompleta nao serviria ai...)
    Nao tenho uma profissao definida agora, vc acha que seria problematico conseguir trabalho ai? Depois de fazer ulpan,etc; vc conseguiu se acertar com pouco hebraico mesmo?
    Tinha pensado em Eilat, porque e bom para trabalho, mas me disseram que eh longe demais de tudo. Beer Sheva eh bom para estrangeiros? Ashdod talvez... O que acha?
    Parabens pelas realizações, muito sucesso para vc.

    Um abraço, shalom.

    ResponderExcluir
  10. Oi, quis dizer "( minha graduaçao incompleta nao serviria...)".

    Até mais, boa sorte. Marcos

    ResponderExcluir
  11. Olá, Rebeca.

    Como funciona o ensino superior em Israel? É igual dos Estados Unidos, que podemos cursar mais que uma graduação?

    ResponderExcluir